A maioria dos tomadores de decisões de TI globais pesquisados* pela Quadrant Strategies em junho de 2020 disse que a 4a Revolução Industrial terá um impacto substancial tanto na sociedade como no futuro dos negócios, e 90 por cento considera que a capacidade de um negócio de adquirir, analisar e atuar rapidamente sobre os dados será um fator chave para determinar se serão um líder de tecnologia no futuro.

Muitos enxergam a 4a Revolução Industrial focada em tecnologia, mas como um tomador de decisões de TI de alto nível, penso em como nos organizamos mais efetivamente em torno do trabalho: como transformamos o conjunto de habilidades e fluxos de trabalho para entregar experiências mais efetivamente, tanto para os colaboradores como para os clientes.   Na Lumen, minha maior preocupação passa por ajudar os clientes a transformar o modo de gerenciar suas aplicações e infraestrutura, garantindo que nossas capacidades de redes corporativas possam entregar uma experiência que outros em nosso espaço não são capazes de oferecer.

Uma plataforma para criar valor para o negócio

Os tomadores de decisões de TI estão interessados em fornecer aplicações que sejam bem-sucedidas e dados que as pessoas possam adquirir, analisar e sobre os quais possam atuar sem ter que se preocupar com o que está por baixo.   Tem a ver mais com a forma como nossos clientes usam nossa rede para oferecer as capacidades que precisam para administrar seu negócio: a forma através da qual fornecemos as capacidades de rede de uso mais fácil.  Além disto, trata-se de como os clientes criam um valor de negócio único em nossa rede.  Estamos construindo uma plataforma e apresentando-a a nossos clientes de forma que possam edificar suas empresas sobre esta plataforma, sem ter que se preocupar com a infraestrutura.   Nossos clientes podem focar no que desejam fazer: fornecer melhores experiências a seus clientes.

Como tomador de decisões de TI, posso ficar atolado por camadas de infraestrutura que preciso administrar.   Se pudessem tirar essa carga de cima de mim de forma que eu só precisasse ligar na tomada e conectar, isto me economizaria muito dinheiro, muita energia, muito tempo para focar nas coisas que realmente geram valor ao negócio: as experiências que fornecemos aos clientes.

Historicamente, ao adquirir serviços de telecomunicações, os responsáveis pela tomada de decisões de TI tinham que se preocupar com o tempo que levava para planejar algo, desenhá-lo, pedi-lo e recebê-lo.  Podia levar vários meses.   Estamos desenvolvendo uma plataforma que iremos preencher e provisionar com fluxo automatizado contínuo – com a rede em seu interior – em minutos, ao invés de meses.

A Plataforma Lumen removerá uma grande parte da incerteza e complexidade do processo.  Ela removerá muito tempo gasto com gestão para ajudar a garantir que as coisas aconteçam de forma coordenada.  Fomentará a criatividade dos clientes e a inovação das aplicações para se diferenciar de forma única em seus mercados.  É isto que queremos dizer com “fácil de consumir” e “experiências diferenciadas”.

Orquestração agnóstica

Frequentemente, os fornecedores me dizem:  “Por que vocês simplesmente não passam tudo para a nuvem? Tornaria tudo melhor”. Na realidade, isto não é verdade e a pesquisa da Quadrant Strategies de junho de 2020 sustenta isto: quatro em cada cinco tomadores de decisões de TI globais dizem que um modelo de nuvem centralizada não pode dar suporte às suas demandas de cargas de trabalho.

Algumas coisas são fáceis de colocar na nuvem, mas outras não.   Então existe a “nuvem híbrida”- determinando quais coisas devem ser colocadas em uma nuvem pública e quais coisas devem ser mantidas em um ambiente tipo nuvem, nas dependências.  Mas há também muito debate estes dias sobre a borda – como aplicações próximas desempenham melhor, com acesso de latência mais baixa a dados e informações.

É possível que as aplicações distribuídas precisem operar na nuvem, na borda do mercado e nas dependências.  Outras aplicações podem precisar se mover através destes domínios à medida que os requisitos de negócios mudarem.   O desafio está em orquestrar aplicações em todos estes domínios e manter tudo seguro e protegido ao mesmo tempo.

Você pode procurar um fornecedor de hipervisores e ele pode orquestrar tudo em seu mundo específico de hipervisores.  Os provedores de serviços em nuvem podem fazer as mesmas coisas dentro de seus ambientes de nuvem.  Mas nenhum deles tem o incentivo de verdadeiramente permitir que clientes corporativos orquestrem agnosticamente em múltiplos domínios.

Nove entre 10 líderes C-level dizem que a infraestrutura de fibra é essencial para se conectar a uma rede de nuvem distribuída, de acordo com a pesquisa* da Quadrant Strategies.  A Plataforma Lumen leva a rede de fibra para debaixo da nuvem, da borda e das dependências, e damos a nossos clientes as ferramentas para orquestrar agnosticamente quaisquer plataformas de nuvem, plataformas de borda e data centers nas dependências que eles queiram usar.

Nova dinâmica e experiência online.

Com a Covid-19, estamos vendo mudanças que podem se tornar permanentes.  De acordo com a pesquisa da Quadrant Strategies*, dois em cada três tomadores de decisões de TI globais acreditam que as mudanças às operações de negócios trazidas pela pandemia de COVID-19 permanecerão e representarão uma mudança de longo prazo na estratégia de negócios, e 83 por cento diz que trabalhar remotamente se tornará o “novo normal” no rastro da COVID-19.

As ideias sobre trabalho virtual e trabalho no escritório estão mudando.  Mas as pessoas anseiam por contato humano.   Então, à medida que as coisas se acomodem, acredito que o mundo se torne híbrido.   O escritório passará a ser um espaço colaborativo, onde as pessoas chegam e trabalham juntas, celebram juntas e passam momentos especiais juntas.  Depois, podem se retirar e trabalhar remotamente.   Isto tem grandes implicações nas soluções de redes corporativas.   Devemos apoiar de forma integrada e segura as pessoas que dependem de conexões de banda larga de consumidores para ter acesso à rede, assim como os apoiamos quando estão vinculados a uma filial ou sede da empresa.

Em segundo lugar, em um mundo que já se tornou pesadamente digital, a tendência é que isto aumente.   Pense na área de saúde, por exemplo.  Devido à Covid-19, a adoção de telemedicina está deslanchando.   De repente, muitas consultas estão sendo administradas remotamente.   Por que voltaríamos a estar 100 por cento do tempo no escritório? A disposição das pessoas para participar de experiências digitais está aumentando rapidamente.   Isto torna nossa capacidade de fornecer experiências ainda mais importante.

 

*Lumen, Relatório de Tendências Globais: Como a 4a Revolução Industrial está mudano TI, Empresas e o Mundo, setembro de 2020

Este conteúdo é fornecido apenas para fins informativos e pode exigir pequisa adicional e comprovação pelo usuário final.  Além disto, a informação é fornecida “como está”, sem qualquer garantia ou condição, expressa ou implícita. O uso desta informação é por conta e risco do usuário final. A Lumen não garante que as informações atenderão os requisitos do usuário final ou que a implementação ou uso desta informação alcance o  resultado desejado pelo usuário final.  Este documento representa os produtos e ofertas da Lumen na data de sua emissão.  Serviços não disponíveis em todas as localidades.  Apenas clientes corporativos.  A Lumen pode alterar ou cancelar produtos ou serviços ou substituir produtos e serviços similares a seu exclusivo critério, sem aviso prévio. 
©2020 Lumen Technologies. Todos os direitos reservados.

 

Artigo original em inglês: https://blog.lumen.com/it-transformation-and-the-4th-industrial-revolution/ 

Andrew Dugan

Autor:
Fletcher Keister
CTO – Lumen

Disponible en Español (Espanhol)